Empreendedor Imigrante 2009

Prêmio Empreendedor Imigrante do Ano de 2009

As inscrições para o Prêmio Imigrante do Ano de 2009 estão abertas.

A Plataforma de Imigração anuncia a abertura do concurso Prêmio Empreendedor Imigrante do Ano.

Os destinatários do Concurso de Imigrantes são:

1. possuir autorização de residência em Portugal no momento do pedido;
2. residir em Portugal há mais de cinco anos a contar da data do pedido;
3. na data de início da residência em Portugal não eram cidadãos da União Europeia;
4. possuir um perfil adequado aos objetivos da competição.

O prémio tem o valor de 20.000 € (vinte mil euros).

Prazo para inscrições: 30 de setembro de 2009.

inscrição online: aqui

Tamanho do Anexo
Regulamento 199,12 KB
Prêmio Empreendedor Imigrante do Ano (Brochura) 669,06 KB
Distinção por Melhores Práticas Municipais
2007

GARSE
Pacto Territorial do Seixal
2008

Projeto AmpliARte
Projeto de Geração
Projeto “As Fogaceiras e a Interculturalidade”
Prêmio Empreendedor Imigrante
2007

Elisabeta Ecaterina Necker
2008

Mariana Serpinina
Paulo Mendes

Geração de Orquestras de Concerto na Fundação Calouste Gulbenkian

1 de Julho, 18h00, no Anfiteatro ao Ar Livre da Fundação Calouste Gulbenkian

Entrada gratuita sujeita a vagas disponíveis.

Ingresso: Centro de Arte Moderna / Rua Dr. Nicolau de Bettencourt (a partir das 12h do mesmo dia)

Orquestras de Geração

Inspiradas no modelo do Programa de Orquestras Sinfônicas para Crianças e Jovens da Venezuela, do qual a Orquestra Simón Bolívar é o expoente máximo, as Orquestras Geração são um exemplo de utilização da educação musical como meio de promoção da inclusão social.

A orquestra inicial, criada em 2007 no âmbito de um projecto social mais amplo no Casal da Boba (Amadora), tem vindo a integrar novos grupos. Em Vialonga (Vila Franca de Xira) e Bairro da Mira (Amadora) estão a ser formadas mais duas orquestras, abrangendo mais de 190 crianças no total. É este grupo de jovens que agora está sendo apresentado ao público. São na sua maioria alunos do 5º ao 7º ano de escolaridade, que desta forma aprendem a expressar-se através da música e a desenvolver a autoconfiança e o conhecimento necessários a um crescimento equilibrado e esperançoso, longe da exclusão e da marginalidade.

No ano letivo 2009/2010, prevê-se o lançamento de mais seis orquestras juvenis na Área Metropolitana de Lisboa (Sintra, Sesimbra, Barreiro, Loures e Oeiras) incluindo outra na Amadora, desta vez no distrito do Zambujal.

Sob a coordenação pedagógica da Escola de Música do Conservatório Nacional, as Orquestras da Geração são atualmente patrocinadas pelas Câmaras Municipais da Amadora e Vila Franca de Xira, pelas Fundações Calouste Gulbenkian e EDP e pelas empresas Central de Cervejas e Dolce Vita – Chamartin.

Nos dias 29 e 30 de maio decorreu no Convento da Arrábida uma sessão de formação para jovens de bairros periféricos, doada para o efeito pela Fundação Oriente.

Com a coordenação do Dr. António Vitorino e do Engº. Luisa Valle e com a colaboração do Dr. Carlos Gaspar da Fundação Oriente e do Dr. Jorge Miranda da Câmara Municipal da Amadora, foi preparado um evento de formação para jovens líderes de bairros periféricos. 14 jovens de 6 concelhos – Porto, Santa Maria da Feira, Amadora, Loures, Sintra e Seixal -, 4 raparigas e 10 rapazes participaram neste workshop de formação, denominado “REDE SEM REDE”, organizado pela ONG TESE. , com idade entre 16 e 24 anos. Os objetivos propostos foram: dar oportunidade aos jovens, de contextos problemáticos, e a outros participantes, de se expressarem e entrarem em contacto com diferentes realidades e aprendizagens; capacitar e encorajar a liderança.

Um relatório de avaliação da sessão estará disponível em breve.

Distinção por Melhores Práticas Municipais

A Plataforma de Imigração decidiu criar uma Distinção de Boas Práticas para distinguir Câmaras Municipais que se tenham destacado pela implementação de projetos exemplares no domínio da promoção do acolhimento e integração de imigrantes.

São elegíveis projectos, nomeadamente nas áreas do acolhimento, inserção profissional e / ou integração social, podendo abranger acções nas áreas da formação, educação, saúde, habitação e emprego.

Neste âmbito abre-se todos os anos (em data a anunciar) um concurso para projetos propostos pelas Câmaras Municipais.

A decisão de atribuição é da responsabilidade do Núcleo Fundador da Plataforma de Imigração, com base numa proposta apresentada por um júri independente presidido pela Profa. Dra. Maria Lucinda Fonseca, do Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa.

A Distinção é apresentada em cerimônia pública no Dia Internacional do Migrante, 18 de dezembro.

Distinção por Melhores Práticas Municipais
2007

GARSE
Pacto Territorial do Seixal
2008

Projeto AmpliARte
Projeto de Geração
Projeto “As Fogaceiras e a Interculturalidade”
Prêmio Empreendedor Imigrante
2007

Elisabeta Ecaterina Necker
2008

Mariana Serpinina
Paulo Mendes

Conferência de Demetrios G. Papademetriou
Comentador: António Vitorino
Auditório da Fundação Luso-Americana
Rua do Sacramento à Lapa, 21 – Lisboa
Tel. 21 3935800 | fladport@flad.pt

Entrada gratuita, com inscrição prévia até ao dia 18 de junho.
As obras acontecerão em inglês.

Sobre MPI

O Migration Policy Institute (MPI) é um think tank independente, apartidário e sem fins lucrativos, dedicado ao estudo do movimento de pessoas em todo o mundo. MPI fornece estudos analíticos, desenvolvimento e avaliações de políticas de migração e refugiados em níveis local, nacional e internacional. A actividade do MPI visa responder à necessidade crescente de obter respostas pragmáticas e sensatas aos desafios e oportunidades que as migrações em grande escala, voluntárias ou forçadas, sentem pelas comunidades e instituições num mundo cada vez mais integrado.
The Migration Information Source é uma fonte online de informações atualizadas e precisas na área de migração, que inclui dados, estudos analíticos e artigos de autores proeminentes. Este recurso online, que já foi premiado pelo seu caráter inovador e de qualidade, conta também com dados de mais de cinquenta países, disponíveis de forma bastante acessível ao utilizador. The Special Issues of Migration Information Source forneceu estudos sobre Migração e Direitos Humanos, Migração EUA-México, Integração e Imigrantes, África, Mulheres e Migração e Desenvolvimento e Migração. A fonte de informações sobre migração está disponível em www.migrationinformation.org.
As publicações do MPI fornecem análises independentes e apartidárias de estudos em gestão de migração, segurança nacional e liberdades civis, proteção de refugiados e resposta humanitária internacional, fronteiras dos Estados Unidos e comunidades e integração de imigrantes. Informações atualizadas e detalhadas sobre as publicações MPI podem ser encontradas em www.migrationpolicy.org

Esta iniciativa da Plataforma de Imigração visa premiar os imigrantes que se tenham distinguido pelo seu papel empreendedor e responsável no contexto da sociedade portuguesa, e que sejam exemplos de integração proactiva e inovadora e, eventualmente, incentivar a cooperação entre os seus países de origem e Portugal.

Os destinatários deste Concurso são os imigrantes que: não possuam nacionalidade portuguesa; possuir autorização de residência em Portugal no momento do pedido; residir em Portugal há mais de cinco anos a contar da data do pedido; na data de início da residência em Portugal não eram cidadãos da União Europeia; ter um perfil adequado aos objetivos da competição.

O empreendedor é um indivíduo persistente, que gosta de correr riscos e aceitar desafios e que cria algo novo ou agrega valor a algo que já existe, através de muita dedicação e esforço.
O referido conceito inclui não só a criação de novas empresas ou entidades (empresário autônomo), mas também a introdução, por colaboradores criativos, de processos, produtos ou serviços inovadores nas empresas ou organizações onde trabalham (empresário trabalhador) e, também , atitudes de responsabilidade social pró-ativa.

Neste quadro, todos os anos é aberto um concurso (em data a anunciar).

A decisão de atribuição compete ao Núcleo Fundador da Plataforma de Imigração, com base em proposta apresentada por um júri presidido pelo Dr. António Vitorino.

O Prémio de € 20.000 é atribuído todos os anos numa cerimónia pública no Dia Internacional dos Migrantes, 18 de Dezembro.

Distinção por Melhores Práticas Municipais
2007

GARSE
Pacto Territorial do Seixal
2008

Projeto AmpliARte
Projeto de Geração
Projeto “As Fogaceiras e a Interculturalidade”
Prêmio Empreendedor Imigrante
2007

Elisabeta Ecaterina Necker
2008

Mariana Serpinina
Paulo Mendes

Distinção por Melhores Práticas Municipais 2009

Já estão abertas as inscrições para a Distinção das melhores práticas municipais 2009

A Plataforma de Imigração anuncia a abertura do concurso Distinção pelas Melhores Práticas Municipais.

Podem candidatar-se todas as Câmaras Municipais que desenvolveram políticas ou iniciativas activas no domínio do acolhimento e integração de imigrantes em 2008.

O prazo para a apresentação de candidaturas é 30 de setembro de 2008

Aplicativos online: Aqui

Tamanho do Anexo
Distinção de melhores práticas (folheto) 629,6 KB
Regulamento 197,13 KB
Distinção por Melhores Práticas Municipais
2007

GARSE
Pacto Territorial do Seixal
2008

Projeto AmpliARte
Projeto de Geração
Projeto “As Fogaceiras e a Interculturalidade”
Prêmio Empreendedor Imigrante
2007

Elisabeta Ecaterina Necker
2008

Mariana Serpinina
Paulo Mendes

Declaração Final da 20ª Conferência do European Foundation Centre

Os participantes da Conferência de Roma destacam a necessidade de respeitar os direitos humanos

Roma, 16 de maio de 2009 – Na sessão de encerramento da 20ª Conferência Anual do European Foundation Centre (CEF), os delegados aprovaram, por aclamação, uma declaração que confirma a sua concordância com os sentimentos expressos por Giorgio Napolitano, Presidente da República Italiana, na sessão de abertura de 14 de maio, principalmente no que diz respeito aos perigos crescentes da xenofobia e da intolerância.

Centro da Fundação Europeia (CEF)
Declaração da Conferência – Roma, 16 de maio de 2009

Nós, como participantes da Conferência Anual do European Foundation Center, temos o prazer de nos encontrar em Roma. Nossa conferência abordou questões de pobreza e exclusão social. Ficamos muito entusiasmados com o discurso do Presidente da República da Itália, Giorgio Napolitano, na sessão de abertura de nossa conferência, durante a qual alertou para os perigos crescentes da xenofobia e da intolerância. No entanto, é com grande pesar que testemunhamos o surgimento de um clima na Itália que é sintomático de uma tendência geral em toda a Europa que leva a medidas relacionadas aos migrantes sem documentos que prejudicam os direitos humanos básicos das pessoas.

Reconhecemos que a migração é uma questão complexa e desafiadora para todos os estados membros europeus. Como membros das Fundações, estamos comprometidos com uma Europa inclusiva e tolerante; trabalhamos para fazer isso ao lado de cidadãos e organizações da sociedade civil, bem como agências governamentais. Encorajamos fortemente os governos de todos os Estados membros a trabalharem individualmente, em conjunto e com as instituições da União Europeia, para criar um quadro para lidar com a migração de uma forma que respeite verdadeiramente a dignidade de todos os seres humanos, conforme definido na Convenção da União Europeia dos Direitos Humanos.

Dia 15 de Maio, pelas 18h00, no 4.º andar do Museu do Oriente, mais uma sessão de DIÁLOGOS E VIAGENS – COMUNIDADES ASIÁTICAS EM PORTUGAL, uma iniciativa promovida pela Fundação Oriente e coordenada por Jorge Macaísta Malheiros (Professor do Centro de Geografia Estudos na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), cujo objectivo é promover o diálogo entre os “lusos” e as comunidades asiáticas e contribuir para o reforço das relações interculturais. Pretende-se ainda divulgar aspectos sociais e culturais associados às comunidades asiáticas residentes em Portugal, bem como debater os contributos das comunidades asiáticas para a dinâmica de transformação e inovação social das sociedades urbanas em Portugal e na Europa. Ainda há tempo para publicar os resultados de estudos científicos sobre diversos aspectos da imigração asiática para a Europa, que contribuem para dissipar mitos e estereótipos.

Nas últimas décadas, assistiu-se a uma expansão do número de estabelecimentos comerciais asiáticos em Portugal. Neste contexto, surgiu a questão das “lojas chinesas” e das Chinatowns, que têm sido alvo de polémica em várias cidades europeias, incluindo Lisboa.

Afinal, o comércio de proprietários asiáticos deveria ser espacialmente concentrado ou não? Existem locais corretos e incorretos para lojas de proprietários asiáticos? Os comerciantes asiáticos, nomeadamente chineses, têm privilégios dos quais os comerciantes indígenas não beneficiam em termos de impostos ou de acesso a crédito; ou essa ideia é apenas um preconceito? E já que isso é um preconceito, qual é a sua intenção? E qual a contribuição desses estabelecimentos para o emprego, o produto e a receita tributária?

Estas são algumas das questões que se pretendem abordar num debate cujo quadro se situa ao nível da importância da presença dos estabelecimentos comerciais asiáticos para a dinâmica económica e urbanística das cidades onde se encontram.

Informação adicional:

Entrada gratuita – Sujeito a confirmação para dci@foriente.pt

Público Alvo: Adultos

Data: 8 de maio de 2009

Localização: 4º andar do Museu do Oriente

Horário de funcionamento: 18:00 – 20:00

MIGRANT DAYS Festival 2009

O PROJETO Mulheres Migrantes
Três festivais para o diálogo intercultural
O projeto MIGRANT WOMEN surgiu de uma ideia da coordenadora do ilCAntinonearteTeatride Montepulciano, distrito de Siena, posteriormente desenvolvido por três co-organizadores europeus, Motus (Siena, Itália), BollywoodPictures (Lisboa, Portugal) e ZecoraUraTheatre (Londres, Reino Unido) )

OS TEMAS
Imigração, integração, diálogo intercultural entre a cultura do país de origem e a cultura do país de acolhimento. A escolha do tema recai sobre o ponto de vista feminino: uma perspectiva particular da “mulher migrante”, a sua condição de dupla minoria, na sua cultura de origem e nos novos costumes do país de acolhimento, como mulher e migrante .
Várias questões são levantadas: o que acontece quando uma cultura é necessariamente confrontada com outra diferente? O que acontece quando uma cultura surge em outra e quando uma cultura abraça outra? O que é imposto, perdido ou recebido? O que se esconde por trás dos preconceitos recíprocos entre quem chega e quem acolhe? E o que significa ser uma “mulher migrante”?

OS EVENTOS
Três Festivais Europeus incluindo: dois espectáculos de teatro, um espectáculo de dança, uma projecção de um documentário, bem como um congresso, três mesas redondas e, em redor, inúmeros eventos associados ao projecto. O FESTIVAL DO MATER entre as cidades de Montepulciano e Siena na Itália, o MIGRANT DAYS LISBOA em Portugal e o MIGRANT DAYS LONDRES no Reino Unido. É assim que as Mulheres Migrantes vêem e procuram olhar para as suas próprias questões: através da linguagem artística, do diálogo e do confronto.

OS OBJETIVOS
Estimular o diálogo intercultural, estimular a circulação transnacional de artistas e obras artísticas, estimular a mobilidade também de quem atua na organização e gestão do projeto, de forma a conhecer outras realidades nacionais além da sua. O projeto Mulheres Migrantes considera a dimensão local, onde nasceu, tão importante quanto a dimensão europeia. A realidade local é onde podemos descobrir e analisar os hábitos e estereótipos sobre a “mulher migrante”, e depois confrontá-los com a diversidade cultural europeia.

O PROGRAMA

17 DE JUNHO

18:30 – CINEMA SÃO JORGE | Sala 1 – Apresentação / Abertura do Migrant Days Lisbon Festival ’09 | Exibição do documentário Mulheres Migrantes (produção da Bollywood Pictures)

19H00 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Prado Coelho – Concerto Tiago Alexandre (violão clássico)

22H00 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Prado Coelho – Seminário de Estética com Davor Ciglar (artista visual)

22H30 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Visconti – Projeção de Filme
| Quarto Nietzsche – Jazz Red Notes

23H30 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Prado Coelho – Danças Européias

18 de junho

19:30 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Visconti – Café Concerto no âmbito do Migrant Days Lisbon Festival ’09 (com São José Lapa, Teté e Carlos Martins)

21h30 – TEATRO IBÉRICO – Apresentação de dança de íris no fundo do mar (MOTUS danza Compagnia)

22H30 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Visconti – Projeção de Filme
| Sala Nietzsche – Jazz com João Lucas e Miguel Mira
| Quarto Prado Coelho – Quimera

23H30 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Visconti – Host Party Dj / Vj Migrant Days Lisbon Festival ’09 (com Roberta Scarcella aka PacWoman)

19 DE JUNHO

19:30 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Visconti – Conferência Temática no âmbito do Festival Migrant Days Lisboa ’09 (com Catarina Portas)

21h30 – TEATRO IBÉRICO – Espetáculo teatral Não Ultrapasse a Linha Amarela (CAT Compagnia Teatrale)

22H30 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Visconti – Projeção de Filme
| Sala Nietzsche – Jazz com Júlio Resende
| Sala Prado Coelho – Jazz com Música Amadores

00H00 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Nietzsche – Jazz com Daniel Schvetz

00H30 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Prado Coelho- Free Fucking Notes com Marta Plantier e Luís Barrigas

20 de junho

18H00 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Visconti – Exibição do filme “O Tapete Voador” de João Mário Grilo (produção da Bollywood Pictures)

19:30 – SILVER ARM FACTORY – Show de teatro Um Lament for Medea (Teatro Zecora Ura)

21h30 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA – Show de teatro Um Lament for Medea (Teatro Zecora Ura)

22H30 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Visconti – Prêmio Prêmio Concurso de Fotografia
| Sala Prado Coelho – Jazz com Música Amadores

23H00 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Quarto Nietzsche – Corsage

23H30 – FÁBRICA DE BRAÇOS DE PRATA | Sala Visconti – Final Party Migrant Days Lisbon ‘09